Viaje Comigo

Destino Israel

Ao visitar Israel, é importante ter em mente que este país é muito mais que um destino para peregrinos e religiosos. Israel é um país de grande herança histórica e cultural, palco de acontecimentos que mudaram o mundo e influenciaram toda a cultura ocidental. Conhecida como a “Terra dos Judeus”, sempre foi visitada por exploradores, comerciantes e conquistadores vindos de diversos pontos, tais como: romanos, persas, otomanos, bizantinos e cavaleiros cruzados. Em comum, todos eles deixaram por lá suas marcas, ora construindo grandes monumentos, ora destruindo ícones do passado.

 Geografia de Israel

Israel localiza-se no Sudoeste da Ásia, entre o Mar Mediterrâneo e os desertos da Síria e da Arábia Saudita. As fronteiras geográficas do país são: o Mar Mediterrâneo ao oeste, o Vale do Jordão ao leste, as montanhas do Líbano ao norte e a Baía de Eilat marcando o extremo sul do país. Embora pequeno em território, a paisagem e o clima de Israel são muito variados; contudo, sua Israeldensa população não interfere na riqueza das plantas e da vida selvagem.

Entre os tipos de paisagem mais marcantes temos: a Planície Costeira, a Região Montanhosa e o Vale do Rio Jordão. A Planície Costeira é a faixa ocidental do país e está dividida por sua vez em diversas outras planícies de norte a sul, como a Planície da Galiléia, a Planície Carmel e a Planície Litoral Mediterrânea; seus solos são férteis, conta com diversas fontes de água e é povoada pela maioria das principais cidades de Israel, incluindo Tel Aviv e Haifa. Ao leste da Planície Costeira, surge a Região das Montanhas, estendendo-se até fenda do Vale do Jordão. Formada por solo rochoso na maior parte de sua extensão, abriga picos como o Monte Meron (1.208 metros), na Galiléia. O Vale do Rio Jordão é uma depressão causada pela atividade sísmica; o Jordão é o maior rio de Israel e corre através vale dando origem a 2 lagos, oKineret (Mar da Galiléia) – o maior volume de água fresca em Israel – e o Mar Morto – de água salgada, o ponto mais baixo da Terra.

IsraelA característica mais notável da população de Israel é sua alta diversidade. Embora a principal divisão seja entre judeus (80%) e árabes (20%), há muitas outras subdivisões (muçulmana sunita, cristã – a maioria membros da Igreja Grega Ortodoxa, beduínos, drusos, circassianos e samaritanos). Sua alta taxa de crescimento é atípica em países desenvolvidos, principalmente devido à imigração de judeus de todas as partes do mundo. Fundado em 1948, o Estado de Israel foi a expressão culminante do longo processo pelo qual o povo judeu começou a retornar à sua pátria, processo que continuou mesmo depois de sua fundação. A população judaica de Israel é muito variada em função da abundância dos países de origem, grupos que preservaram suas tradições. Grande parte da minoria não judaica é árabe.

Independente de sua fé e de sua religião, passear em Israel é compreender um pouco sobre os acontecimentos que mudaram nossa forma de ver o mundo.


 

Planície Costeira: É a faixa ocidental do país que vai de Rosh ha-Nikra (ao norte) até a península do Sinai (ao sul). Seu solo é fértil, com diversas fontes de água, é densamente povoada pela maioria das principais cidades de Israel, incluindo Tel Aviv e Haifa. Ao leste da Planície Costeira, surgem montes que são uma região de transição entre a costa e as montanhas.

Região das Montanhas: A região montanhosa se estende do Líbano (ao norte) à baía de Eilat (ao sul), entre a Planície Costeira e a fenda do Vale do Jordão. Seus picos mais elevados são o Monte Meron, na Galiléia, a 1.208 metros acima do nível do mar, o Monte Ba´al Hatsor, na Samaria, a 1.016 metros e o Monte Ramon, no Neguev, a 1.037 metros. A maior parte desta região, menos densamente povoada, é formada por solo rochoso.

Vale do Jordão: É uma depressão que se prolonga em toda a extensão do Estado de Israel, desde a cidade de Metula (ao norte) até o Mar Vermelho (ao sul). Esta depressão foi causada pela atividade sísmica, e é parte da depressão sírio africana que vai da fronteira Sírio-Turca até o Rio Zambezi na África. O maior rio de Israel, o Jordão, corre através do Vale do Jordão e inclui dois lagos em Israel: o Kineret (Mar da Galiléia) – o maior volume de água fresca em Israel – e o Mar Morto – de água salgada, o ponto mais baixo da Terra.

Colinas do Golan:  Uma boa dica é não deixar de visitar a região montanhosa do Golan fica a leste do Rio Jordão. São a extremidade de uma grande planície basáltica, localizada em sua maior parte na Síria. Ao norte destas colinas está o Monte Hermon, o pico mais elevado de Israel com 2.224 metros acima do nível do mar.

Israel


População de Israel

O Estado de Israel possui em torno de 6,9 milhões de habitantes. A característica mais notável de sua população é sua alta diversidade. Apesar da principal divisão dos habitantes do país ser entre judeus (80%) e árabes (20%), existem muitas outras subdivisões.

Outra grande característica da população Israelense é sua alta taxa de crescimento, que é atípica em países desenvolvidos. Desde a fundação do Estado, a população aumentou quase dez vezes seu numero inicial, principalmente devido à imigração de judeus de todas as partes do mundo. Hoje, Israel é um país com grande densidade populacional, apesar de haver grandes regiões pouco povoadas. A população é jovem (média etária de 28,3 anos), sua mortalidade infantil é baixa e a expectativa de vida é alta.

Entre os demais grupos étnicos e religiosos podemos citar os circassianos – membros do Islamismo, povo não árabe que veio da Região do Cáucaso, e os samaritanos – cuja religião é muito próxima ao judaísmo.

Línguas faladas em Israel

Os idiomas oficiais de Israel são o hebraico e o árabe. O inglês é o idioma principal para o propósito de relações externas. A maioria dos israelenses fala inglês, e a maioria das placas de rua e de sinalização também está em inglês.

Banner para Gold Trip